JÚLIO GONÇALVES E JOSÉ MARIA CARDOSO RELEMBRADOS A 15 DE DEZEMBRO NA FIGUEIRA DA FOZ PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

 

(Biblioteca Municipal da Figueira da Foz)

A Biblioteca Pública Municipal “Pedro Fernandes Tomás”, na cidade da Figueira da Foz, será palco da inauguração, na tarde do dia 15 de dezembro, de uma exposição dedicada aos deputados republicanos José Maria Cardoso e Júlio Gonçalves.

 

A apresentação da vida e obra do fajaense José Maria Cardoso estará a cargo de António Henriques Gaspar, actual vice-presidente do Supremo Tribunal de Justiça e presidente da Mesa da Assembleia-Geral da Associação de Juristas de Pampilhosa da Serra. Por seu turno, a apresentação relativa ao vidualense Júlio Gonçalves vai estar a cargo do presidente do Clube Rotário da Figueira da Foz, instituição da qual foi co-fundador aquele antigo deputado à 1.ª República.

 

Esta iniciativa cultural surgiu por impulso da Associação de Juristas de Pampilhosa da Serra junto da autarquia da Figueira da Foz e pretende contribuir para relembrar duas figuras que, apesar de naturais de Pampilhosa da Serra, se destacaram na sociedade figueirense. A exposição enquadra-se ainda na celebração do centenário da Constituição da República de 1911

Recorda-se que José Maria Cardoso nasceu em 1885 em Fajão e fez activa propaganda em vários comícios ao lado dos grandes oradores do Partido Republicano. Em 1911 foi eleito deputado à Assembleia Constituinte de 1911 e eleito administrador do concelho da Lousã, onde teve acção muito relevante. Refundou na Figueira da Foz o jornal “O Figueirense”, tendo ali também exercido a actividade notário. Desempenhou ali também diversos cargos no Ginásio Clube Figueirense e na Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz.

Quando a Júlio Gonçalves, fixou residência na Figueira da Foz em 1918, onde abriu escritório de advogado, tendo igualmente exercido as funções de notário naquela cidade. Inseriu-se profundamente na sociedade local figueirense, tendo assinalada passagem pelo Ginásio Clube Figueirense, pela Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz e pelo Rotary Clube de Figueira da Foz (do qual foi co-fundador). Faleceu em 1964 na cidade que adoptou.

 

 

Partilhe este artigo no seu site ou blogue

Para criar um link no seu site para este artigo,
copie e cole o codigo abaixo no seu site.




Prever :

JÚLIO GONÇALVES E JOSÉ MARIA CARDOSO RELEMBRADOS A 15 DE DEZEMBRO NA FIGUEIRA DA FOZ
  (Biblioteca Municipal da Figueira da Foz) A Biblioteca Pública Municipal “Pedro Fernandes Tomás”, na cidade da Figueira da Foz, será palco da inauguração, na tarde do dia 15 de...


Adaptado Partilhe © 2011
Share on Facebook